Criando um repositorio espelho de um Debian velho

Lembra que eu tive queinstalar uma versão antiga do Debian e tive um probleminha para instalar pacotes dele? Pois é, a saga continua… Tive que criar também um espelho do repositório Lenny para manter numa rede fechada (sem internet) e para criar usei o debmirror. Não me preocupei em criar um script com tratamento já que está versão do Debian não tem mais nenhum tipo de atualização. debmirror --nosource --host=archive.debian.org --method=http \ --rsync-extra=none --dist=lenny --arch=amd64 \ --section=main,contrib,non-free --cleanup --ignore-release-gpg \ --progress --verbose /srv/mirror/debian Uma das formas de configurar o novo repositório é como está abaixo: Read On →

Como o estado apropria se de software e o torna livre

Esta nota era para ser publicado há dois anos atrás mas como teve alguns questionamentos de alguns órgãos de controle do Governo Federal, ela foi adiado até que fosse julgado. Vocês podem saber mais sobre um dos processos no artigo escrito pelo Eduardo Santos. Em 2009 eu era um dos responsáveis pela área de TI da EBC e uma das grandes missões da área era, em conjunto com outras áreas, migrar a produção áudio visual da forma analógica de produção dos programas para as televisões, rádios e a agência de notícias da empresa. Read On →

Teste simples sobre um site com ssl

O título é péssimo mas por falta de inspiração fica esse por enquanto. Estava precisando testar de uma maneira mais simples alguns servidores web com SSL. Anteriormente estava testando manualmente os servidores com o openssl até descobrir o sslscan. O sslscan testa automaticamente as versões de protocolo (SSLv2, SSLv3, TLS 1.0, etc.), como também testa o tipo de chave criptográfica (cipher) suportado. Ele é muito mais simples do que criar um script usando openssl: Read On →

2012 a transicao

2012 foi um ano de transição e de certa maneira 2013 também será. Mas como este post é sobre 2012, vamos lá: 2012 foi o ano de abstinência a vida burocrática, felizmente posso dizer que não sou mais um “burocrata de merda”. Como parte desta transição, foi julgado pelo TCU um processo em que eu era um dos acusados de favorecimento em uma licitação. Enfim, voltei a trabalhar com a parte técnica, não que seja um maravilha meu trabalho atual (antes que entendam errado, é um lugar legal de se trabalhar). Read On →

Timeout para instalar pacotes no Debian velho

Lembra de um outro post sobre a instalação do Debian de um versão antiga? Então, continuando a saga… Um dos repositórios que estou usando não tem uma taxa de transferência muito alta. então alguns pacotes tem apresentado o erro abaixo: ...Operation timed out after 120000 milliseconds with 26312704 out of 62820482 bytes received... Isso é fácil de resolver, basta acrescentar um parâmetro na configuração do apt.conf para forçar o tempo de expiração de baixar arquivos para maior que o padrão (120 segundos). Read On →

Instalando um Debian velho lenny

Não pergunte porque eu tive usar uma versão bem antiga do Debian! Tem coisas que você apenas precisa saber que existem… ;) Se por alguma razão muito pouco comum você precisa instalar uma versão antiga do Debian, como eu que tive que instalar um Lenny (versão 5.0.x e lançado em 2009) para um serviço muito específico do trabalho. Caso não saiba, o Lenny deixou de ser “suportado” oficialmente esse ano de 2012, entenda-se “suportado” como atualizar os pacotes da versão em caso de uma falha de segurança, bug crítico, etc. Read On →

Pgbr 2013 porto velho vem ai

O intrépido e serelepe Luis Fernando Bueno em Porto Velho será o Big Kahuna do Conferência PostgreSQL Brasil. Este ano estará num dos locais mais incríveis do país: Porto Velho. Porto Velho é a capital de Rondônia e entre outras coisas tem a famosa Ferrovia Mamoré e está franca expansão devido a construção de hidroelétricas no Rio Madeira. Estive por lá num PGDay alguns anos atrás e me impressionou o trabalho realizado pelo pessoal na difusão do PostgreSQL e Software Livre em geral, vale à pena ir. Read On →

Erlang movie

Alguns pessoas que conversam comigo sabem que gosto bastante da linguagem de programação chamada Erlang, a sintaxe é um pouco estranha para quem viveu no mundo C-like ou Visual Studio-like mas as funcionlidades da máquina virtual Erlang sempre me impressionaram. Esse vídeo é dos criadores da linguagem e mostrava o quanto poderia ser robusto uma aplicação desenvolvida em Erlang. No vídeo, eles simulam duas ligações telefônicas, sendo a segunda uma conferência entre três telefones. Read On →

i386 o inicio do fim do 32 bits

Ah… Antes de de começar propriamente esta nota, deixo claro que meu desktop roda 64 bits há muito tempo. É um Debian Sid AMD64. Quem lê e fuça em computador há mais de dez anos deve lembrar dos famosos processadores 386, ele foi o primeiro processador 32 bits produzido em massa. Desde o primeiro 1985 foram longos anos amor e ódio… (histórias sobre fica para o Retrocomputaria) Ele foi muito importante para história da computação pois foi em base nele que surgiu o Windows 95 e o Linux. Read On →

Git apagando um branch remoto

Nota rápida sobre Git e branch remoto. Estava precisando apagar um branch que trabalhei algum (muito) tempo atrás do repositório remoto e não estava lembrando como fazer: Bate-cabeça aqui, bate-cabeça ali e eis que fui consultar o manual do Git. #git push origin :branch O ”origin” é o apelido do repositório remoto e o ”:branch” é nome do branch a ser apagado. Simples, fácil de esquecer e difícil de achar novamente no manual. Read On →